Como declarar os seus investimentos no imposto de renda?

declarar os seus investimentos

Compartilhe nas redes!

Ao longo do ano, movimentamos o nosso dinheiro em diferentes investimentos com o objetivo de vê-lo crescer. Chegando o momento da declaração do Imposto de Renda, é essencial garantir que todos os rendimentos estejam sendo reportados corretamente à Receita Federal para evitar dores de cabeça futuras. Enfim, neste artigo, você aprenderá a declarar os seus investimentos de maneira correta e sem complicações. Vamos lá?

 

Reúna todos os informes de rendimentos para declarar os seus investimentos

 

Antes de mais nada, é fundamental ter em mãos todos os informes de rendimentos fornecidos pelas instituições financeiras para declarar os seus investimentos. Ou seja, estes documentos são essenciais para preencher a sua declaração de forma precisa.

 

Atualize-se sobre a legislação vigente

 

A legislação tributária pode sofrer alterações e é de suma importância estar atualizado para não cometer erros durante a declaração. Informe-se sobre possíveis mudanças e ajuste seus dados conforme necessário.

 

Separando os investimentos por categoria

 

Agora, com todos os informes em mãos, para declarar os seus investimentos, você precisa separá-los por: renda fixa, renda variável, fundos de investimento, etc. Essa organização facilitará o preenchimento da declaração.

 

Processo de preenchimento para declarar os seus investimentos

 

A declaração é feita através do programa disponibilizado pela Receita Federal. Nele, você encontrará campos específicos para cada tipo de investimento. Ou seja, onde deverá inserir as informações referentes aos seus rendimentos e saldos.

 

  • Na seção “Bens e Direitos”, você declarará investimentos como poupança, CDBs, LCIs e LCAs. No entanto, para ações, o correto é usar a ficha “Renda Variável”. Sendo assim, detalhando os resultados mensais.

 

  • Fundos de investimento: Para fundos, utilize a ficha “Bens e Direitos” para declarar o saldo no final do ano e a “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” para os rendimentos.

 

Revisando a declaração

 

Após preencher todas as informações, revise cuidadosamente cada seção para garantir que todos os dados estejam corretos e completos.

Enfim, com tudo revisado, está na hora de enviar a sua declaração. Gere o arquivo através do próprio programa da Receita e envie dentro do prazo estabelecido para evitar multas.

Conclusão

 

Enfim, declarar os investimentos no imposto de renda não precisa ser uma tarefa árdua. Com organização e atenção aos detalhes, você consegue cumprir essa obrigação de maneira tranquila e segura. Lembre-se de que, em caso de dúvidas, é sempre válido procurar a ajuda de um profissional da área contábil.

Veja mais

Finanças

INVESTINDO EM PAÍSES EMERGENTES.

PAÍSES EMERGENTES Investir em países emergentes pode ser uma oportunidade interessante para diversificar seu portfólio e potencialmente obter retornos mais elevados. No entanto, é importante

O blog para quem busca conhecimento!

Economia global